Objetivo


Ampliar a visão sobre a atividade do farmacêutico para além do balcão, reforçando sua atuação na promoção da saúde foi o motor que inicialmente moveu os ex-alunos da UFMG a se dedicarem ao projeto. Mais conhecido como o profissional responsável pelo setor técnico das drogarias, o farmacêutico domina, na vida real, outros campos de conhecimento. Nessas atividades, nem sempre é fácil ao público ter acesso a ele. Não por acaso, o blog gestado na UFMG explora esse aspecto, colocando o farmacêutico online à disposição para resolver dúvidas em medicamentos, mas também em cosméticos, exames bioquímicos e alimentos.

O serviço não representa desregulamentação profissional, pois não prescreve medicamentos nem substitui especialistas. Basta visitar o blog e ler algumas das respostas para compreender que uma de suas qualidades é abrir conjunto de informações para o usuário, no aspecto mais educativo, em linguagem acessível e sem confrontar regulamentações.

"Cabe ao médico procedimentos como diagnóstico, anamnese e outras intervenções para identificação clínica do problema apresentado pelo paciente", esclarece o farmacêutico idealizador do projeto, sobre o compromisso do serviço no reconhecimento às competências profissionais. "Mas, sem dúvidas, o farmacêutico é aquele que possui maior formação sobre o mecanismo de ação do remédio, a interferência que produzirá no organismo, seus efeitos adversos e interações com alimentos", completa. Para Luiz Felipe Stehling, a promoção da saúde exige, na realidade, ação conjunta desses especialistas.