Cadastre seu e-mail!

Pesquisar

Últimas publicaçõesConteúdo mais recente

Maximize o cuidado do diabetes com seu farmacêutico

Mais de 14 milhões de brasileiros adultos são diabéticos (IDF Atlas Diabetes – 7th Edition), e o Brasil se encontra na quarta colocação em número de diabéticos adultos no mundo, perdendo somente para a China, Índia e EUA. Esse panorama piora um pouco, deixando o Brasil em terceiro no ranking, atrás da Índia e EUA, quando avaliamos crianças de 0 à 14 anos com diabetes tipo 1.

O diabetes é um grave problema de saúde pública em todo o mundo e mesmo com o surgimento de novas tecnologias se o paciente não tem o cuidado e acompanhamento adequado, o tratamento fica comprometido. Isso leva ao desenvolvimento de outras doenças associadas à falta de controle do açúcar no sangue: problemas na visão ou neuromuscular, doenças renais e cardiovasculares, disfunção erétil e até mesmo amputação de membros.

O cuidado do diabetes requer uma equipe completa e multidisciplinar formada por médico, nutricionista, educador físico, psicólogo, enfermeiro e também o farmacêutico! O paciente, que faz uso de medicamento de forma contínua, tem portanto, a oportunidade de maximizar o seu cuidado e adequação ao tratamento estando em contato com o farmacêutico!

O farmacêutico é um dos profissionais mais completo e habilitado à potencializar o cuidado do paciente diabético. Não apenas ao acompanhamento do tratamento prescrito pelo médico, mas também para apoiar às ações não farmacológicas como estimular e promover a alimentação saudável, bem como à prática de atividade física.

Designed by xb100 - Freepik
Dentre os serviços que estão disponíveis em diversos consultórios farmacêuticos, o cuidado ao paciente diabético é um deles. A Abrafarma, Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias, apoia dentro do projeto Assistência Farmacêutica Avançada, o serviço Diabetes em Dia que é oferecido à pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de diabetes. Medidas e condutas básicas realizadas pelo farmacêutico clínico junto ao paciente, permitem acompanhar o tratamento do diabetes. Além de receber orientação personalizada sobre o tratamento medicamentoso, veja o que pode ser oferecido à você durante uma consulta com o seu farmacêutico:
  • Verificação da pressão arterial e pulsação;
  • Determinação da glicemia capilar;
  • Medida da circunferência abdominal;
  • Cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). 
O diabetes tem tratamento específico que melhora a qualidade de vida do paciente! Se informe na farmácia onde compra os seus remédios e agende já a sua consulta farmacêutica para maximizar o seu cuidado e viver melhor!

Referências:
1- Monica Lenzi - Sociedade Brasileira de Diabetes. Papel do farmacêutico no controle glicêmico do paciente diabético. Julho/2015. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/publico/colunistas/148-monica-amaral-lenzi/1144-papel-do-farmaceutico-no-controle-glicemico-do-paciente-diabetico
2- Abrafarma. Assistência Farmacêutica Avançada. Disponível em: https://www.assistenciafarmaceutica.far.br/servicos/diabetes-em-dia/
3- ANVISA. RDC 44/2009  Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias. Disponível em: https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/legislacao?task=callelement&format=raw&item_id=522&element=f85c494b-2b32-4109-b8c1-083cca2b7db6&method=download&args[0]=194b4623a728e229161f53c22fb97dff

Dia Mundial do Diabetes

14 de novembro é o dia Mundial do Diabetes. Dia destinado a se pensar nesse problema de saúde pública, com casos que crescem a cada dia.

O diabetes pode ser resultado de diversas causas, mas sempre está associado ao sedentarismo e obesidade no tipo 2. O tipo 1 também vem crescendo e os pacientes estão ficando com índice de massa corporal cada vez maior, contribuindo para o desenvolvimento de outros problemas associados ao diabetes.

O PhResponde já respondeu e esclareceu algumas dúvidas sobre o assunto e detalhes especiais para os pacientes foram indicados. Confira abaixo a relação de algumas publicações que separamos para vocês:



Saiba como a Lei 13.732 modifica as regras para prescrição

Governo federal sanciona lei que regulamenta validade nacional para as receitas médicas
Foi publicada no Diário Oficial da União a Lei 13.732, de 08 de novembro de 2018, que altera o Artigo 35 da Lei nº 5.991/73 para definir que as receitas médicas, inclusive aquelas de medicamentos sujeitos a controle especial, passam a ter validade em todo o território nacional, independentemente da unidade federada em que tenham sido emitidas.
Designed by Freepik
Na prática, receitas que anteriormente só eram aceitas na unidade federativa em que foram emitidas, como por exemplo, as Notificações de Receita B, passam a ser atendidas em todo o território nacional, sendo que esta iniciativa vai beneficiar os pacientes que estão em tratamento e precisam viajar ou se consultar em outro estado.
A Lei entra em vigor 90 dias após a data da sua publicação, ou seja, no início de fevereiro de 2019. A expectativa agora é a de que a ANVISA se manifeste sobre eventuais mudanças em relação à Portaria 344, para maior entendimento quanto aos procedimentos a serem realizados para o correto recebimento das prescrições oriundas de outras unidades federativas.
Clique aqui e leia a Lei 13.732 na íntegra.