segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Picnogenol

"Gostaria de informações seguras à respeito da substância Picnogenol, indicações, dosagem, posologia e principalmente possíveis reações adversas. "

Pycnogenol é uma combinação de cerca de 40 compostos extraídos da casca do pinheiro marítimo francês, Pinus pinaster, que cresce em muitas áreas ao longo da costa atlântica da França e no norte da África. Extratos e chás de pinheiro eram comumente usados ​​pelos europeus, nativos americanos, e, segundo informações, são usados também na medicina asiática.

O Picnogenol é um antioxidante potente, sendo comparado com o ácido lipóico, vitaminas E e C (compostos com ação potente ação antioxidante já comprovada). Antioxidantes são substâncias químicas que desativam os radicais livres - substâncias químicas altamente destrutivas que danificam as células e contribuem para muitas doenças, que vão desde de acidente vascular cerebral (AVC) a doenças degenerativas, como Alzheimer. Os radicais livres também são responsáveis pelo envelhecimento.

Segue as atividades atribuídas ao extrato natural da casca de Pinus pinaster (Picnogenol):
  • Regeneração das vitaminas C e E, prolongando seus efeitos benéficos como antioxidante.
  • Mantém a maciez, elasticidade e diminui a vermelhidão induzida pelo sol.
  • Aumento do mecanismo de defesa da célula e estímulo do sistema imunitário.
  • Combate a constrição de vasos sanguíneos, agregação plaquetária e estimula a microcirculação. Dessa forma, prevenindo e reduzindo os riscos de distúrbios no sistema cardiovascular.
  • Inibe a produção de NO (óxido nítrico), excesso de NO tem sido associada a artrite, inflamação reumatóide e doença de Alzheimer. NO também estimula a dilatação dos vasos sanguíneos, destrói invasores bacterianos e células de câncer (estimulando células do sistema imunológico)
A dosagem utilizada é entre 60 e 150 mg/dia. Os estudos realizados com o picnogenol são inconclusivos nos testes em doenças cardiovasculares e insuficiência venosa crônica. Atividades contra inflamação, estresse oxidativo e psoríase foram realizados somente in vitro, ou seja, não há estudos com animais e nem seres humanos.Não há estudos avaliando o uso do picnogenol na gravidez, lactação nem interações com outros medicamentos. A contra-indicação é hipersensibilidade à algum componente do extrato.

O picnogenol é considerado um medicamento alternativo, pois ainda não há estudos sobre a segurança e nem estudos comprovando todas as supostas ações em seres humanos e/ou animais, ou seja, as atividades citadas anteriormente ainda não foram demonstradas em estudos clínicos. Seu uso, portanto, deve ser orientado pelo médico ou nutricionista.

Referências bibliográficas
  • USP DI Drug information for health care Professional [Database on the internet]. Thompson MICROMEDEX. Pycnogenol. Acesso em 23/10/2011, disponível em: www.periodicos.capes.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>