sábado, 13 de agosto de 2011

Posso trocar um creme de uso ginecológico por um de uso tópico?

“É possível utilizar um creme de uso tópico (creme dermatológico) no lugar de um creme vaginal (uso ginecológico)?”

A troca de uma apresentação (creme dermatológico) para uma outra (creme vaginal) dependerá de alguns fatores. O creme dermatológico é comercializado apenas com a bisnaga e sua bula, já o creme vaginal é comercializado com bula e alguns aplicadores, para facilitar a aplicação no local e garantir a correta dosagem do medicamento. Esse é um dos fatores que pode comprometer a eficácia do tratamento, porque pode ser aplicado quantidade inferior que não terá atividade.

Outro fator importante a ser levado em consideração é a composição da formulação que pode conter concentrações diferentes da substância ativa ou diferentes constituintes, os excipientes que ajudam a compor a formulação do medicamento. Geralmente os cremes vaginais tem em sua composição ciclometicona. Esse ativo é responsável por garantir a estabilidade da formulação (não desfazer o creme formado), ajudando, também, a transferência e facilitando o deslizamento, devido a utilização dos aplicadores. A formulação de um creme vaginal também pode ser diferenciada em relação a estabilidade dos principios ativos, isto é, evitar que ocorra a degradação do fármaco. Isso leva ao desenvolvimento de fórmulas especiais com excipientes diferentes de um creme dermatológico.

A troca da apresentação deve ser acompanhada de perto pelo farmacêutico e dependerá de cada situação, isto é, do medicamento e necessidade do paciente. O médico também deverá estar ciente dessa alteração e o farmacêutico é o responsável em comunicá-lo.

Referência: Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Formulário Nacional. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>