domingo, 18 de setembro de 2011

Conhecendo melhor a Sulbutiamina e seu uso para fadiga.

“Irei fazer uso do medicamento Arcalion® (sulbutiamina), indicado para astenia física e intelectual. Na bula do medicamento informa que o tratamento é limitado a 4 semanas. Minha dúvida: quanto tempo depois das 4 semanas posso reiniciar este tratamento? Quais são as consequências do uso contínuo deste medicamento?”

A sulbutiamina (vendida como Arcalion® produzido pela Servier do Brasil Ltda) é um medicamento usado para tratar uma condição chamada astenia. Ela é um derivado sintético da tiamina (vitamina B1), de caráter lipofílico (ou seja, tem capacidade de dissolver-se no tecido adiposo ou em membranas celulares) que atravessa a barreira cerebral mais facilmente que a tiamina. Ao atravessar essa barreira o composto é capaz de agir no sistema nervoso (receptores muscarínicos) e
produzir o efeito esperado.

A astenia é uma condição de fadiga mental, física ou funcional. Um distúrbio comum a muitas doenças como; síndrome da fadiga mental, astenia intelectual, pós-infecciosa (viral ou bacteriana), estresse psicológico, labilidade emocional, diabetes, fibromialgia, hipotireoidismo, astenia pós-parto e doença renal. Isso resulta em uma sensação de fraqueza, mesmo que a força real não esteja perdida, e extrema falta de energia. Apesar de sua eficácia clínica ser incerta, é um composto usado para tratar a astenia e melhorar a memória.

Na bula do medicamento Arcalion® encontramos a seguinte informação: “A duração do tratamento é de 4 semanas ou de acordo com o critério médico, sendo recomendado período máximo de tratamento de 6 meses”.

Não foi encontrado na literatura, em artigos científicos ou de revisão nenhuma informação confiável e precisa sobre essa afirmação feita na bula. Logo, afim de obter maiores esclarecimentos entramos em contato com a indústria Servier do Brasil Ltda. produtora do Arcalion®. Fomos informados que o tempo total preconizado para o tratamento da astenia, e recomendado pela empresa, é de 4 semanas. Mas, fica a critério do médico estabelecer o tempo necessário para cada indivíduo. Segundo o fabricante, o tratamento de 6 a 12 meses com essa substância não trouxe problemas ou reações adversas. E, ainda que a grande maioria dos médicos recomenda 3 meses de uso contínuo com um intervalo de 1 mês para o reinício do tratamento.

A indústria informou, também, que não possui informações sobre o uso contínuo (ou initerrupto) da sulbutiamina e que a conduta médica de estabelecer um intervalo de 1 mês no tratamento não possui explicação científica comprovada ou é preconizada pela empresa. Ou seja, o tempo de uso da sulbutiamina fica a critério do médico, assim como se haverá janela e reinício da sua administração.

Raramente, ocorrem reações adversas com o uso desse medicamento. No entanto, há possibilidade de efeitos indesejáveis neuropsíquicos (tremor, mal-estar, cefaléia, agitação), de alergia cutânea e de intolerância digestiva. E, em razão da presença do corante laca amarelo crepúsculo na formulação do medicamento existe risco de ocorrer reações alérgicas como a erupção cutânea. Às vezes, pessoas idosas ou no início do tratamento experimentam agitação ou tremor. Esses efeitos adversos quando apresentados podem ser eliminados com a redução da dose ou suspensão do uso da sulbutiamina.

A sulbutiamina ainda não foi aprovada como um medicamento de prescrição nos Estados Unidos pela Federal Drug Administration (FDA). É legal para comprar ou vender como um suplemento dietético já que não possui toxicidade relevante, ou seja, não existem perigos químicos ao tomá-la, segundo o órgão regulamentador.

Portanto, quando iniciar o uso da sulbutiamina (Arcalion®), procure se informar ao máximo com seu médico a respeito da duração necessária para o seu tratamento de astenia. Fique atento quanto a ocorrência de qualquer sintoma ou reação adversa e, procure se informar sobre alternativas para o tratamento da astenia.

Referências:

  • MODELO DE BULA DO PROFISSIONAL DE SAÚDE - Arcalion® sulbutiamina 200mg.
  • “The effectiveness of interventions used in the treatment/management of chronic fatigue syndrome and/or myalgic encephalomyelitis in adults and children” .Centre for Reviews and Dissemination (CRD) 2002:118. http://www.york.ac.uk/inst/crd/CRD_Reports/crdreport22.pdf
  • Loo H, Poirier M-F, Ollat H, Elatki S “Study of the effects of sulbutiamina (Arcalion 200(TM) on psycho-behavioural inhibition occuring during major depresseive disorder.”Journal: Article 2000.
  • Tier KP, Cabane J, Imbert JC.”Treatment of chronic postinfectious fatigue: randomized double-blind study of two doses of sulbutiamine (400-600 mg/day) versus placebo.” Revue de Medecine Interne, 1999.
  • Sobolevsky T, Rodchenkov G. “Sulbutiamine in sports”. Drug Test Anal. 2010. 
  • Micheau J, Durkin TP, Destrade C, Rolland Y, Jaffard R.“Chronic administration of sulbutiamine improves long term memory formation in mice: possible cholinergic mediation.” Pubmed.
  • Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Servier do Brasil Ltda.

Um comentário:

  1. Iniciei o uso do Arcalion, na dose de 02 comprimidos ao dia, e no final de 15 dias apresentei mal estar geral acompanhado de tremores. Observei tambem um odor diferente na minha urina. Suspendi o uso por 3 dias por conta própria e reiniciei com apenas 01 comprimido ao dia e tudo ficou bem. Apesar dos efeitos indesejáveis considerei sua resposta muito satisfatória.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>