quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Quais são as diferenças entre os Antialérgicos?


“Gostaria de saber a diferença entre os medicamentos: Loratadina, Loratadina D e Desloratadina. Sei que todos são antialérgicos. Em qual caso cada um deles é aplicado?”


A loratadina e a desloratadina são medicamentos denominados anti-histamínicos e são muito utilizados para tratamento de diversos tipos de alergias, sendo, por isso, também, chamados de antialérgicos.

De modo geral, as alergias são resultantes da liberação, no organismo, de uma substância chamada histamina. Quando algumas células de defesa do nosso corpo entram em contato com o que causa alergia (como: poeira, mofo, pólen e pelos de animais) há uma grande e imediata liberação de histamina e ela é a responsável pelos sintomas alérgicos. Por exemplo: no nariz, a histamina causa prurido (coceira – essa ação, também, é observada na pele) e espirros. Atua em vasos sanguíneos aumentando o diâmetro ou dilantando-os e permite a passagem de líquido do interior desses vasos para o tecido do nariz, resultando em edema (inchaço) e no famoso “nariz entupido”, além de estimular algumas glândulas a liberarem uma substância conhecida como muco, o que causa a coriza, ou seja, faz o “nariz escorrer”. Nos pulmões, a histamina causa a dificuldade de respirar ou a falta de ar tão comum nas reações alérgicas. Como se não bastasse, ela estimula células inflamatórias e a liberação de outras substâncias que vão iniciar um processo de inflamação. Para exercer esses efeitos, a histamina tem que se ligar em alguns lugares específicos (proteínas denominadas receptores) nas células e é aí que a loratadina e desloratadina entram em ação. Esses medicamentos se ligam nesses receptores, impedindo que a histamina exerca sua ação no organismo e, por isso, melhoram os sintomas alérgicos.


Antes de falar sobre os medicamentos, é importante estar ciente de que há grandes riscos envolvendo o uso de medicamentos sem acompanhamento médico. Ele é o profissional habilitado para fazer diagnóstico correto e prescrever medicamentos. Portanto, as informações citadas aqui não substituem a consulta ao médico.
Além disso, muitos casos de alergia podem ser melhorados sem o uso de medicamentos, basta evitar o contato com as causas da alergia.


Para facilitar a comparação, as diferenças entre loratadina e desloratadina estão apresentadas na tabela abaixo:


LORATADINA

DESLORATADINA

Indicações de uso

Alívio dos sintomas da rinite alérgica sazonal (ou intermitente), alergias na pele. NÃO É INDICADO PARA OUTROS TIPOS DE RINITE, NEM PARA ASMA

Alívio dos sintomas da rinite alérgica sazonal (ou intermitente) e rinite alérgica perene (ou persistente), alergias na pele. Se utilizado no tratamento da asma, pode reduzir a necessidade de uso de anti-inflamatórios esteróides (corticóides)

Interferência na ação de outros medicamentos

Inúmeras (pois passa por grande transformação no fígado, assim como diversos outros medicamentos).

Informações encontradas foram contraditórias. Mas é possível que tenha um menor número de interações que a loratadina

Efeito anti-inflamatório

Não

Sim. Inibe várias etapas do processo inflamatório

Interação com alimentos e álcool

Melhor ingerir em jejum.

Álcool: Risco de depressão do sistema nervoso central.

Pode ingerir com ou sem alimento.

Álcool: pode causar sonolência

Tempo de permanência no organismo

17 - 24 horas

24 – 27 horas

Necessário ajuste de dose para pacientes com problemas nos rins ou fígado?

Sim. Por causa da transformação que sofre no fígado e porque é eliminado do corpo por ação dos rins.

Informação não encontrada

Causa sonolência?

Não, se usado na dose recomendada (10 mg/dia)

Não, se usado na dose recomendada (5 mg/dia)

Pode causar alterações cardíacas?

Sim

Estudos com dose de até 45mg/dia/10 dias não demonstraram alterações cardíacas nos pacientes

Uso em crianças

Apenas para maiores de 2 anos. Não há estudos científicos sobre a segurança em crianças menores de 2 anos de idade.

Crianças a partir dos 6 meses.

Há diferentes dosagens estabelecidas, de acordo com a faixa etária.

Efeito descongestionante nasal

Informação não encontrada

Sim.



A Loratadina-D, são medicamentos a base de loratadina associados a pseudoefedrina (um descongestionante nasal). Podem ser utilizados no tratamento dos sintomas da rinite alérgica e do resfriado comum. Devem ser utilizados com cuidado pois podem causar dependência e, como qualquer associação de medicamentos, há um aumento no risco de reações adversas. Mais informações sobre descongestionantes podem ser vistas AQUILinkNOTA: A associação de loratadina ou desloratadina com a pseudoefedrina só devem ser utilizadas em crianças maiores de 12 anos.

Referências:
Link

6 comentários:

  1. Muito obrigrada pela informação a respeito da minha dúvida.
    Me ajudou bastante.
    Nem mesmo o Pediatra do meu filho me esclareceu com tanta clareza.
    Trabalho muito bom.

    ResponderExcluir
  2. É verdade que a loratadina é uma mistura dos isômeros dextrógiro e levógiro e desloratadina só o dextrógiro?
    Desde já agradeço.
    Luciene

    ResponderExcluir
  3. Excelente explicação.

    Sou alérgico e só agora entendi as diferenças, parabéns pelo artigo.

    Robson Freitas

    ResponderExcluir
  4. Excelente artigo. Muito útil e de fácil compreensão. Parabéns ao autor.

    Cesar

    ResponderExcluir
  5. simples e eficaz!!! obrigado pelas informações

    ResponderExcluir
  6. O Artigo ficou excelente, claro e objetivo e de fácil entendimento, com certeza irá esclarecer a duvida de muitas pessoas , assim como eu.Parabéns!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...>